Energia do Merecimento • A chave para uma vida mais próspera



Desde pequenos somos ensinados a sempre nos importar com o outro. Como ele nos vê, o que ele possui, quais suas conquistas, como vive, entre outras tantas questões.


Por estarmos tão acostumados com essa forma de viver, além de entrarmos em um campo de comparação, também podemos ativar a falta de merecimento.


Olhamos tanto para fora que mal conseguimos olhar para nós e tudo o que podemos conquistar ao longo da vida.

Nos sentimos fracos, feios, diferentes, fora do “padrão”, carentes e escassos. Escassos de pensamento, de personalidade, de emoção e também de dinheiro.


Nos colocamos tanto para baixo que não conseguimos visualizar a potência que temos de transformar a nossa vida. Nos fazendo igualar ao sofrimento existente no mundo.


Achamos que ser feliz e próspero é errado. Sentimos culpa e medo de viver uma vida melhor perante tanto sofrimento.


Ativamos a mentalidade de escassez tão profundamente que até quando ganhamos algo grandioso, seja em qualquer área da vida, damos um jeito de nos livrarmos já que inconscientemente acreditamos que não merecemos viver uma vida extraordinária.


Isso tudo não passa de uma grande auto sabotagem, ou seja, é uma forma de impedir que o nosso potencial flua de forma genuína. Essa crença pode nos bloquear das mais diversas formas, impedindo o fluxo de abundância na nossa vida.


Algumas sensações e sintomas causados pela falta de merecimento:

  • Dificuldade em receber presentes, elogios e oportunidades - você sempre nega ou desmerece, dizendo “não precisava”.

  • Desesperança perante a vida e mudanças - não acredita que pode e merece construir um futuro melhor e mais elevado.

  • Necessidade de justificar suas conquistas - Sempre tenta validar para os outros que merece o que tem.

  • Culpa em ter e ser mais que outras pessoas - do mundo e dos parentes.

  • Não saber descansar e se esforçar onde não precisa - o famoso, Workaholic.

  • Procrastinação e medo de errar - medo de comprovar que é uma farsa e ver os próprios defeitos ou o que precisa melhorar.

  • Cobrança baixa por serviços e perda financeira - não se sente merecedor de receber um valor equilibrado pelo seu serviço e não mantém a prosperidade, perdendo dinheiro ou gastando mais do que recebe.

  • Relacionamentos abusivos e tóxicos - por se ver merecedor de pouco, sempre aceita que pessoas te tratem de forma ruim e grosseira.

Além de todas essas sensações, nos fechamos para a verdadeira prosperidade. A prosperidade de saúde, relacionamentos, pensamentos, emoções e também financeira.


Porém, nós somos sim merecedores de viver de forma elevada e abundante!


Observe por um momento o Universo. Veja como ele é infinito, onde nada falta. Uma simples semente se transforma em árvore, cresce, produz infinitos frutos e depois finaliza seu ciclo para que uma nova semente recomece. O mar, o céu, a mata, a cachoeira… Tudo transborda a natureza da Vida.


Consegue perceber que existem recursos para todos os seres desse planeta, sem? Pois é, o mesmo acontece na nossa vida quando ativamos a energia do merecimento!


Nós somos a natureza, somos uma parte do Universo na Terra, somos o Divino em ação. A abundância é nossa por direito. Todos somos merecedores de viver tudo que sonhamos, da forma mais próspera possível!


E quando entendemos isso, permitimos que a abundância flua em todas as áreas de nossas vidas e transborde para o próximo também.

__________________________________________________________________________________


Se você deseja aprender a como ativar o campo do merecimento na sua vida e se abrir para a prosperidade, assista a Aula 095 • Ativando o merecimento, disponível para alunos do Portal Despertando.


Ela está disponível dentro do módulo 3 > Biblioteca do Despertar. Para assistir, clique aqui.


__________________________________________________________________________________

Caso você ainda não seja assinante da nossa escola, basta se inscrever por 7 dias grátis aqui: Portal Despertando e ver se a nossa escola ressoa com o seu momento atual.



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo